Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Diário dos meus pensamentos (34)

22.04.20, Alice Alfazema
  A  portaria cheirava a mofo. A escola estava vazia, não só há um afastamento social, como também há uma anulação das vozes, é como se as pessoas poupassem em palavras para gastarem em pensamentos. As nêsperas estão todas depenicadas pelos pássaros, as avencas levaram um desbaste valente, hão-de crescer, como crescem sempre. Os pombos continuam a procriar, a árvore de maçã riscadinha está cheia de flor, este ano talvez vingue alguma maçã. Alguns pais vieram buscar os (...)

Conversas da escola - 27 de Março de 2020

28.03.20, Alice Alfazema
Hoje a escola estava vazia, os alunos estão em casa de quarentena, muitos têm aulas virtuais, outros por e-mail, e há os que não têm nada disso, ou porque não têm Internet, ou porque os pais não têm capacidade para os orientar. No entanto, a escola física permanece viva, cheia de bichos, eu diria até que está entregue a eles, é uma pausa que provavelmente trará mais desigualdades sociais, poderá no entanto aumentar a solidariedade, mas apenas se as pessoas mudarem de (...)

Diário dos meus pensamentos (8)

Um dia quase normal

27.03.20, Alice Alfazema
Hoje foi um dia quase normal, levantei-me e fui ao pão, de seguida passei o Ginjas, comi o pequeno-almoço e bebi um café enquanto me actualizava nas notícias. Preparei o meu lanche almoçarado para levar para o trabalho, meti uma máscara dentro da sacola, um frasco de álcool gel, lenços de papel.    Saí para a rua e o sol resplandecia, estava fresco, fui ver como estava a minha varanda, ainda não tinha apreciado o que tinha feito ontem. Gostei, está como o imaginei, simples (...)

Pequeno plano de contingência para afastar o coronavírus do seu filho

Na escola...

09.03.20, Alice Alfazema
Como todos sabemos cada caso é um caso, no entanto juntos somos feitos de padrões, sujamo-nos facilmente, suamos, babamo-nos, cuspimos, tossimos, vomitamos, defecamos e por aí fora...   Ora bem, então como podemos diminuir os riscos de contágio e aumentar o nosso bem-estar e o dos que nos rodeiam? Vou-vos deixar algumas indicações práticas, muitas já em desuso, mas que convém recuperar.    1 - Cortar as unhas - todas as semanas - se tiver dúvidas ou não souber quando (...)