Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Música de Outono

14.11.19, Alice Alfazema
  Ilustração  Terry Fan   Está um dia de temporal, daqueles dias cinzentos e barulhentos, o vento sopra em vários tons, ora manso, ora furioso, de vez em quando faz pausas e deixa o silêncio entrar, pianinho, pianinho.   Sei de cor a música que hoje vou ouvir, os moços vão gritar como gaivotas, guinchos longos e estridentes, vão comer desalmadamente, andar à chuva e dizer que não tiveram culpa, vão pôr-se debaixo dos algerozes e aproveitar a água ao máximo. Vão andar (...)

Conversas da escola - Metade

07.11.19, Alice Alfazema
- Quero um pão partido a meio para levar.  - Para que queres o pão partido a meio? - É para levar metade e comer a outra agora. - Então eu vou-te ensinar a partir o pão a meio, pões o pão no saco, comes metade e deixas a outra metade para comeres depois. 

Riscas

15.09.19, Alice Alfazema
Fotografia Andy Howe     Para quem começa amanhã uma nova etapa: desejo-vos um tempo de riscas, claras e escuras, sim, porque nem sempre vai ser bom, mas tal como as riscas, a vida é feita disto e daquilo e muitas vezes o aquilo é melhor que isto, mas tem dias que o isto é melhor que aquilo, por isso é aproveitar ao máximo e fazer disso um postal cheio de experiências e aprendizagens que mesmo desiguais se juntem e vos levem para um futuro bom e aconchegante, sim porque as (...)