Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Réstias de tudo

14.12.14, Alice Alfazema
    As nuvens carregadas de água, cinzentas, como se tivessem sido pintadas com lápis de carvão, correm velozes, enquanto as gaivotas pairam, aproveitando o vento e os momentos antes da tempestade. Os pombos fazem o mesmo, vagueiam livremente em círculos de brisas com cheiro a chuva. Olho por entre os cortinados da minha janela, as folhas douradas (...)