Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#ExpressionOfHope

29.12.18, Alice Alfazema
    Quando me diagnosticaram a doença de Pompe, o terreno do meu futuro escureceu temporariamente. Rapidamente aprendi a navegar a vida um dia de cada vez e a ultrapassar os desafios físicos e as incertezas, ao entregar-me plenamente ao presente. De repente, os detalhes supérfluos da vida ou as preocupações ficaram à margem e a minha vida manteve uma certa clareza: do que nada importa mais do que fazer a diferença no mundo.   Ilustração e texto Rebecca Brooks     É a (...)