Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Micro contos - O despacho

08.11.18, Alice Alfazema
Ilustração  Rafal Olbinski       Estou na paragem do autocarro, não à espera do autocarro, mas à espera de uma boleia. - Quer boleia? - Não. Obrigada, eu estou à espera do meu marido, ele dá-me boleia. - É um bom marido? - É. - O meu despachei-o o ano passado.