Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Há música no tecto

01.10.14, Alice Alfazema
Neste momento oiço os sons do trombone, ecoam num dos quartos cá da casa, a flauta transversal faz-lhe companhia, misturam-se e chegam até ao tecto. Lá em cima batem as notas que se desprenderam dos sopros, alguns são grandes, outros pequenos bafinhos. Garreiam os sons, e ficam a pairar até chegarem aos meus ouvidos. Depois o silêncio, é assim a música.   Alice Alfazema