Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

1 de Maio de 2015

01.05.15, Alice Alfazema
Hoje apetece-me flores: Flores pelos que já foram, flores para mim, flores para quem quiser. As flores que falam sem palavras, para quem as letras nada dizem. Onde os amores estão perfeitos, mudos e cheios de cor. É o Maio que entra em tons cativantes, no céu as nuvens pintadas a carvão, nas ruas os ramos das árvores balançam, agitando o verde novinho das folhas. Colhi estas flores por aí, neste mundo virtual, tal como quem colhe nos muros dos outros que ficam perto da nossa (...)