Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 24-05-2019

24.05.19, Alice Alfazema
  Ilustração  Pramod Kurlekar     Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, Muda-se o ser, muda-se a confiança; Todo o mundo é composto de mudança, Tomando sempre novas qualidades. Continuamente vemos novidades, Diferentes em tudo da esperança; Do mal ficam as mágoas na lembrança, E do bem, se algum houve, as saudades. O tempo cobre o chão de verde manto, Que já coberto foi de neve fria, E enfim converte em choro o doce canto. E, (...)

#diariodagratidao 23-05-2019

23.05.19, Alice Alfazema
  Ilustração Rafal Olbinski   Cheguei a casa e descansei, não pus os pés na Lua, mas retirei-os do chão. Continuo a surpreender-me com a subtileza do mal, com os sorrisos descarnados de empatia. Sentei-me e desejei por os pés na Lua, mas a minha perna era demasiado curta.   

#diariodagratidao 21-05-2019

21.05.19, Alice Alfazema
  Ilustração Renia Metallinou   A generosidade mora aqui perto, talvez dentro de ti, ou de mim, ou dele. De todo aquele que dá sem receber. Que não procura, mas encontra. Nasce de um coração grande onde crescem vontades diferentes de ser e de ter.       

#diariodagratidao 20-05-2019

20.05.19, Alice Alfazema
  Ilustração   Einat Tsarfat   Sou pessoa de dentro pra fora. Minha beleza está na minha essência e no meu caráter. Acredito em sonhos, não em utopia. Mas quando sonho, sonho alto. Estou aqui é pra viver, cair, aprender, levantar e seguir em frente. Sou isso hoje… Amanhã, já me reinventei. Reinvento-me sempre que a vida pede um pouco mais de mim. Sou complexa, sou mistura, sou mulher com cara de menina… E vice-versa. Me perco, me procuro e me acho. E quando necessário, (...)

#diariodagratidao 19-05-2019

19.05.19, Alice Alfazema
  Ilustração Julia Celeste     Bem-aventurado o que pressentiu quando a manhã começou: não vai ser diferente da noite. Prolongados permanecerão o corpo sem pouso, o pensamento dividido entre deitar-se primeiro à esquerda ou à direita e mesmo assim anunciou o paciente ao meio-dia: algumas horas e já anoitece, o mormaço abranda, um vento bom entra nessa janela.     Poema de Adélia Prado

#diariodagratidao 18-05-2019

18.05.19, Alice Alfazema
  Ilustração Adriana Galindo   A vida é um círculo, tal como uma mandala, cheia de cores, de intenções e emoções, trabalhosa ou simples, vazia ou aberta a outras situações. Nem sempre se tem as cores com as quais se quer pintar, nem os materiais mais adequados à sua feitura, mas o que nos encanta é a sua contemplação, o modo de chegar até lá, tudo aquilo por que se passou, ou como gostaria de ser. Tal como uma íris envolta em (...)

#diariodagratidao 17-05-2019

17.05.19, Alice Alfazema
  Ilustração Eric Montoya     Minhas mãos são brancas e jovens como duas luvas macias nem se comparam com as do velho ao meu lado as dele contrastam com as minhas elas possuem grandes e intermináveis linhas que se parece com as estradas da vida. Cada uma conta uma história de sorrisos e lágrimas as minhas apesar de jovens não contam história alguma. olho nossas mãos e vejo que não é fácil saber que as dele nunca mais serão como as minhas, mas as minhas um dia serão (...)

#diariodagratidao 16-05-2019

16.05.19, Alice Alfazema
  Ilustração Marta Kiss      bem, pensamos que depois de lavar os pratos estender os panos e penetrar o silêncio já não haveria muito a se fazer mas há sempre um jeito de perfurar a casca das coisas há sempre olho para se encontrar um novo vestígio e corpo para despejar resíduos exigindo dedicação portanto não nos faltará trabalho talvez só vontade de devolver vida às coisas cansadas de conviver com o (...)