Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Liberdade

30.03.14 | Alice Alfazema | ver comentários (2)
 Não saibas: imagina...Deixa falar o mestre, e devaneia...A velhice é que sabe, e apenas sabeQue o mar não cabeNa poça que a inocência abre na areia.Sonha!Inventa um alfabetoDe ilusões...Um a-bê-cê secretoQue soletres à margem das lições...Voa pela janelaDe (...)