Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Azarelho

13.04.12, Alice Alfazema
    Havia um rei que, quando fazia prisioneiros, não os matava; levava-os para uma sala onde havia um grupo de arqueiros, num canto, e uma imensa porta de ferro, noutro, com figuras  de caveiras cobertas de sangue. Dizia aos prisioneiros: - Vocês podem escolher entre morrer alvejados pelos meus arqueiros ou entrar naquela porta e ficarem lá trancados. Todos os que por (...)