Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 31-03-2019

31.03.19, Alice Alfazema
  As imagens não são de hoje, mas poderiam ser. Hoje estive aqui à beira-mar, ouvindo a voz da água e aproveitando o calor do sol, na praia algumas pessoas tomavam banho, outras estavam esticadas ao sol, um homem andava para cá e para lá na areia, no corpo a cor de já ter apanhado muitos pedaços de sol. Energia boa. À beira da água uma mulher já amadurecida pela vida passeava as suas tatuagens com a sua tanga branca que ondulava a cada passo, pra baixo, pra cima.      Esti (...)

Viagem

15.01.13, Alice Alfazema
  Fotografia de João Carvalho   Quando me sento aqui em frente ao computador, sento-me para viajar, para visitar casas em que nem preciso de ser convidada para lá entrar.  Vou e viajo através das palavras dos outros. E há palavras em que vale a pena viajar. E quando essa viajem pára e de lá só sai o eco, fica a recordação de todas as viagens, de todas as palavras, de todos os textos, de todos os (...)

Bombom

21.06.12, Alice Alfazema
    A menina comprou um chapéu E pô-lo devagarinho: Nele nasceram papoilas, Dois pássaros fizeram ninho.   Chapéu de palha de trigo Que a foice um dia cortou: Na cabeça da menina, O trigo ressuscitou.   Depois tirou o chapéu,  Tirou-o devagarinho,  Não vão murchar as papoilas, Não se vá espantar o ninho.   E, chapeuzinho na mão, De cabeça levantada A (...)