Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Dança comigo

23.11.19, Alice Alfazema
   Dança comigo onde os violinos ardem, gemem e entoam, deixa-me dançar contigoSob um céu infinitamente estrelado, onde a lua com o seu brilho vem beijar o marDança-me com a tua beleza, tua alma, tua existência e o teu ser… Oh! sim, dança comigoToca-me com a tua mão, deixa-me sentir a tua áurea os teus lábios, vem-me abraçar          Dança comigo numa valsa eterna… sim inextinguível, como perpétuo é o nosso amorLeva-me nos teus braços, encanta-me, embala-me em (...)

Adivinha

07.09.19, Alice Alfazema
    - Que faremos nós… agora a sós? - Daremos abraços. - Que nem palhaços! - Que faremos os dois… agora e depois? - Troquemos carinhos. - Mas sem espinhos! - Trata-me por tu… já que estou nu. - E por você? - Logo se vê. -Trata-me por tua… já que estou nua. - Serás minha?! - … Adivinha!       Poema de António Galrinho