Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Dezembro - Dia 11 - Ideias

11.12.19, Alice Alfazema
    Ilustração  Christian Schloe   Ter ideias, muitas ou poucas, loucas ou certinhas. Ter ideias é cuidar da criatividade, do nosso eu mais íntimo, daquele que não contamos a ninguém. Ter ideias é construir e destruir marcadores de medo, de ansiedade, é a esperança continuada no dia-a-dia. Ter ideias é ousar abrir caminhos, mesmo que sejam estreitos, mas que hão-de levar-te ao lugar. Ter ideias é não parar, é caminhar para não estagnar, é pular a lama e ficar na beira (...)

Dezembro - Dia 7 - Oportunidade

07.12.19, Alice Alfazema
  Ilustração Ofra Amit    Leve, pura, oca, fútil, é a oportunidade, levada pelo vento louco da esperança, espero, desespero, procuro e não encontro. Depois, por detrás do  que não quero, lá estás tu, leve, acenando, sorrindo, dizes-me que vens, eu aceito, vou levar-te comigo, naquele espaço minúsculo que tenho ali dentro do meu bolso. Nunca mais te quero perder.   

Março mês da Mulher: Mulheres criativas

04.03.14, Alice Alfazema
  Apesar de toda esta divisão do trabalho, do quase desaparecimento dos artesãos, em que a especialização do trabalho levou uma grande quantidade de pessoas a não saber fazer quase nada, é reconfortante ver que ainda existe muita criatividade por esse país fora.     Eis aqui um pequeno exemplo daquilo que digo, visitem o blogue Magia do Crochet e confirmem, é uma tentação de cores e criatividade, dos Açores: (...)