Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Manhã dos outros

11.11.19, Alice Alfazema
  Ilustração Andrej Mashkovtsev   Manhã dos outros! Ó sol que dás confiança         Só a quem já confia! É só à dormente, e não à morta, esperança         Que acorda o teu dia.   A quem sonha de dia e sonha de noite, sabendo         Todo o sonho vão, Mas sonha sempre, só para sentir-se vivendo         E a ter coração.   A esses raias sem o dia que trazes, ou somente         Como alguém que vem Pela rua, invisível ao nosso (...)

#diariodagratidao 28-06-2019

28.06.19, Alice Alfazema
  Ilustração Isabelle Bryer   Gosto quando alguém partilha comigo a sua felicidade, é para mim um grande sinal de confiança, de amizade, de companheirismo e de amor. Partilhar as maleitas é fácil, são queixas, é despejar o lixo que há em nós. Partilhar alegria é outro estado de alma, que apenas pertence aos seres superiores e aos audazes.   

Conversas da escola - Equitação

14.11.16, Alice Alfazema
- Eu ando na equitação. - E não tens medo de montar? - Não! Eu confio na minha égua, e a minha égua confia em mim. - Que idade tens tu? - Dez anos. - E já montas à muito tempo? - Não sei, mas já monto há uns bons anos.     Alice Alfazema

Mundo minúsculo

27.03.11, Alice Alfazema
       Pintura de Ana Felix Garjan     Quando se deixa de ter confiança nas pessoas e se acha que tudo é mau, é chegada a altura de alargar o seu próprio mundo, pois, pensar assim é: viver num mundo minúsculo e restrito, onde não se criou espaço para que outros entrassem.   Alice A.

Confiança

24.09.10, Alice Alfazema
A confiança é tão delicada, que quando se  perde, corre o risco de ficar extinta.   Alice