Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 26-02-2019

26.02.19, Alice Alfazema
  Ilustração Fredrik Rättzén       Na cidade  há um jardim  e no jardim um canteiro  e no meio do canteiro  está cavando o jardineiro.  A terra suja-lhe os pés,  rasgam-lhe rosas as mãos,  as dálias roçam-lhe a cara  quando se dobra para o chão.  Há um jardim na cidade  e no jardim um canteiro;  quem vê as flores que lá estão  não pensa no jardineiro.      Poema  Luísa Ducla Soares       

Α & Ω

27.01.14, Alice Alfazema
  Entre o Alfa e o Ómega o som vai e vem trazendo alegrias e tristezas. Ao Sol à Lua, na sombra e na claridade é o sino que toca, é música.   Alice Alfazema

Alfazema

27.09.10, Alice Alfazema
      Alfazema, Pelos jardins eu corro vindo Pelos jardins eu corro rindo E nas janelas vasos brancos de porcelana Trazem mortas todas as rosas amarelas Todas colheitas de outras eras No longo curso... Alfazema Na primavera vem surgindo Eu me levando a campos limpos Me agasalhando nos caminhos Onde alfazema fez sorriso E fez descer no paraíso todos os anjos e suas cestas para as colheitas de alfazema. Alfazema Na primavera vem surgindo pelos caminhos vou sorrindo Nas (...)