Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

"Conversa com a chuva"

29.12.20, Alice Alfazema
Ilustração Emerico Tóth    E se é verdade que molhas os sapatos das pessoase entras pelos buracos das casas pobresonde vivem pessoas mais pobres do que as casastu não és culpada.Isso não.Culpadas são aquelas pessoasque nunca têm tempo para olhar a chuvaas pessoas sisudas e egoístasque não se importam nada com a vida dos outrosa não ser com a daquelestão distraídas como elas.Tu não tens culpa. Tu gostasde toda a genteporque és como as pessoas boas: generosatransparente e (...)