Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Como uma onda

25.06.17, Alice Alfazema
  Ilustração  Cristina Minguillón     Nada do que foi será De novo do jeito que já foi um dia Tudo passa Tudo sempre passará   A vida vem em ondas Como um mar Num indo e vindo infinito   Tudo que se vê não é Igual ao que a gente Viu há um segundo Tudo muda o tempo todo no mundo Não adianta fugir Nem mentir Pra si mesmo agora Há tanta vida lá fora Aqui dentro sempre   Como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar     Poema de (...)