Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 15-08-2019

15.08.19, Alice Alfazema
  Ilustração Yiting Lee   Já fazem muitos dias que não escrevo aqui no Diário da Gratidão, coisa com que me comprometi, mas  que não cumpri. Não considero um falhanço, mas um desvio de conduta, até porque estar grato é  muito mais do que afirmar que se fez isto ou aquilo num pedaço de papel ou num ecrã de computador, ter gratidão é colocarmo-nos no lugar do outro também com acções e momentos reais no dia-a-dia. É por aí que tenho andado.    No entanto, quero (...)

Bom dia e bom trabalho ;)

27.08.18, Alice Alfazema
Ilustração  Marianne Gretteberg Engedal     Bom dia! Bom dia! Sai o Senhor Galão numa correria!   Tudo bem? Tudo bem? Corre a Meia de Leite também! Vamos lá! Vamos lá! O Garoto quase ficava cá!   Que horas são? Que horas são? Sempre atrasado, Seu Carioca de Limão!   A caminho! A caminho! Bem perfumado, é com cheirinho!   Já estou! Já estou! Abatanado, mas lá chegou!   A sentar! A sentar! O Pingado chega a suar!   Falta um! Quem é? Quem é? O descafeinado! Ainda (...)

Elias

12.05.18, Alice Alfazema
  Hoje acordei a pensar no Elias que mora na casa da Joana, o rapaz mesmo depois de morto continua a pregar partidas. Aproveitem e façam uma visita ao Quiosque da Joana e ficarão a saber do que falo.   Agora lanço um desafio: Joana tu que tens jeitinho para a pintura podias pintar o Elias, assim como fazem no México, sempre seria mais alegre e talvez o Vasco não lhe ache tanta (...)

Ano-Novo - Feliz 2018!

31.12.17, Alice Alfazema
  Ilustração Boyoun Kim     Receita de ano novo Para você ganhar belíssimo Ano Novo cor do arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido (mal vivido talvez ou sem sentido) para você ganhar um ano não apenas pintado de novo, remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser; novo até no coração das coisas menos percebidas (a começar pelo seu interior) novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, mas com ele se (...)

Perdes o entusiasmo quando sentes que te repetes na vida?

14.07.17, Alice Alfazema
  Ilustração Egene Koo      "mais comummente, o termo repetição evoca a similitude na reprodução da palavra ou do gesto, a esclerose do hábito, 'o mesmo no mesmo'. Ao contrário, a retomada kierkegaardiana no sentido espiritual, existencial, é um segundo começo, uma vida nova, esta nova criatura, reconciliada ('a reconciliação é a retomada sensu eminentori'); é sempre eu, o mesmo, entretanto sempre outro, a cada instante. " (VIALLANEIX, 1990, p.57)       Ilustraç (...)