Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 15-08-2019

15.08.19, Alice Alfazema
  Ilustração Yiting Lee   Já fazem muitos dias que não escrevo aqui no Diário da Gratidão, coisa com que me comprometi, mas  que não cumpri. Não considero um falhanço, mas um desvio de conduta, até porque estar grato é  muito mais do que afirmar que se fez isto ou aquilo num pedaço de papel ou num ecrã de computador, ter gratidão é colocarmo-nos no lugar do outro também com acções e momentos reais no dia-a-dia. É por aí que tenho andado.    No entanto, quero (...)

Uma pergunta por dia: Um blog privado é um pedaço de solidão?

10.10.14, Alice Alfazema
A Maria Albertina morava num bairro sossegado, tinha cortinados de renda nas janelas de sua casa. À noite quando escurecia espreitava cá para fora, com as luzes acesas todos lhe viam o recorte da sua silhueta, todos sabiam que estava ali, menos ela. Ela continuava a pensar que estava só, que a sua solidão era uma coisa privada. Até que um dia alguém lhe fez adeus. Recuou e sentiu que tinha sido vista. Voltou a olhar, e viu que a pessoa ainda estava lá, abriu a janela e fez-lhe (...)

Boglosferissíma

29.06.13, Alice Alfazema
  Ilustração Marlene Llanes   Sentei-me na mesa para jantar. Desta vez comi torradas com café, não gosto de café com leite. O meu irmão comeu sopas de pão com leite. A minha mãe também. Comemos, conversámos e rimos. O estômago ficou aconchegado. Este era um tempo que havia de passar. Muitas vezes a minha mãe ia para a fila do pão e do leite, esses bens escasseavam, as filas eram grandes. Nunca ouvi a minha mãe (...)

Feliz Natal

20.12.11, Alice Alfazema
      "A vida é como um cobertor demasiado pequeno.  Puxa-se para cima e fica-se com os pés de fora, sacudimo-lo para baixo e ficamos a tremer de frio nos ombros; mas as pessoas bem dispostas conseguem encolher os joelhos e passar uma noite muito confortável!"     Marion Howard         Feliz Natal para todos os que aqui  passaram, passam, comentam e que voltam.             Alice Alfazema