Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola - Que tipo de penteado é o teu?

Maio 16, 2018

Alice Alfazema

 

Um rapaz e uma rapariga estão ao balcão, ambos são do 5º ano, têm dez anos de idade, a miúda tem os olhos verdes acinzentados e o cabelo loiro escuro apanhado no alto da cabeça - está um calor do caraças - o rapaz implica com a rapariga, ela ignora e faz ares de vampe, ele diz-lhe:

 

- Vai-te pentear! Estás toda despenteada!

 Ela olha-o com olhar de diva, e finge que não ouve. Ele volta à carga:

- Vai-te pentear, pareces um ananás!

 

Resultado: 

a) uma latada na tromba

b) uma latada no ombro

c) uma latada onde calhar

 

( a foto acima representa uma pequena amostra do penteado)

 

 

 

Alice Alfazema

 

 

 

Conversas da escola - É quase meio-dia

Maio 15, 2018

Alice Alfazema

É quase meio-dia e uma miúda de quinze anos vem pedir um copo com água para tomar um comprimido, como não é atendida em dois segundos dá meia volta e vai embora...passados dois minutos volta com o namorado e o rapaz pede outra vez a água, que por acaso ainda estava em cima do balcão, dizemos que ela foi embora sem dizer mais nada e pergunto-lhe:

- Ela disse que não a atendíamos?

- Sim. 

- Pois, mas é mentira ela tem que saber esperar.

 não era isso é o mal estar...estou com uma enxaqueca com aura.

 e o que é isso?

- É uma dor de cabeça que quando olhamos para as paredes e para o tecto vemos arco-íris.

é uma enxaqueca colorida, gira. E tu já comeste?

não, eu também vinha comprar umas bolachas...

- Sabes do que é essa aura? É da fome! Da fome!

 

 

 

Alice Alfazema

Conversas da escola - As infiltradoras

Maio 12, 2018

Alice Alfazema

Por estes dias anda muita malta a infiltrar-se na fila do bar, geralmente são os grandotes. Vêm de fininho, assim de ladinho, e pumbas já está, rente ao balcão.

- Infiltraste-te na fila?

- Quem eu?! Acha?!

- Sim.

- Eu já estava aqui!

- Então porque estás a levantar as sobrancelhas? É o primeiro sinal de quem mente! É involuntário, não consegues controlar!

Ela tenta que as sobrancelhas baixem, mas parece que não resulta.

Outra infiltradora faz o pedido.

- E tu também! Chegam de fininho e zás!

- Não, eu já estava aqui. 

Enquanto responde franze a cara de modo a que as sobrancelhas fiquem juntas e para baixo.

 

 

Alice Alfazema

 

Conversas da escola - O batente

Março 07, 2018

Alice Alfazema

O senhor exterminador veio até ao nosso humilde estabelecimento, foi chamado de urgência para solucionar um possível problema. Chega na hora do intervalo, pessoas ao balcão... com a sua mala, que parece de ferramentas,  entra pelo estabelecimento adentro e quase grita, mais rápido que isto não há. Da sua mala retira uma seringa grande e ergue-a acima da sua cabeça procurando por todo lado, por onde é que elas andam? As pessoas olham atordoadas, imaginando mil cenários e ele ali, alto e pró cheio, de óculos a meio do nariz, onde é que elas estão? Os meus neurónios param durante uns instantes, tento reuni-los e indico-lhe o sítio onde as avistei. Aí vai ele de seringa em riste. Aplicou, aplicou, aplicou...diz-me depois que vêm da cozinha, que se tem de por um batente na porta para elas não entrarem. Pergunto: batente? Sim, batente, sabe o que é não sabe? Claro, assim elas não podem entrar. Depois foi sentar-se a fazer o relatório da sua intervenção cirúrgica. Pergunto-me quantos indivíduos terá matado, quantos terão fugido e quantos terão ficado feridos. 

 

Resumo: Foi efectuado tratamento contra formigas no bar e refeitório. Durante o mesmo foram detectados alguns indícios de formigas.

 

 

Alice Alfazema

Conversas da escola - O galão perfeito

Novembro 11, 2017

Alice Alfazema

- Boa tarde, Dona Alicinha, queria um galão...

Dona Alicinha aquece o leite e prepara o café, como quem diz tira a bica, prepara-se então para despejar o café no copo de leite:

- Espere, não ponha o café todo, deixe-me ver...

Dona Alicinha de costas para a cliente desvia-se para que lhe possa ser transmitida nova ordem de despejo do café.

- Mais um bocadinho, deixe-me ver...

Dona Alicinha desvia-se novamente e deita duas gotas de café no copo, qual cheff de grand cuisine.

- Está bom.

Dona Alicinha respira de alivio.

 

 

Alice Alfazema

 

 

Conversas da escola - Pão em estado gasoso, líquido e sólido

Novembro 02, 2017

Alice Alfazema

- Ai, Dona Alicinha, não quero mais desse pão de cereais, faz-me gases.

 

Alguns dias depois...

- Dona Alicinha, esse pão de sementes está cada dia mais horroroso.

 

Alguns dias depois, uma outra pessoa:

- Este pão de cereais que vocês têm aqui é muito bom, a massa é gostosa, é mesmo bom!

 

 

 

Alice Alfazema

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

O meu cão é um amor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D