Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola - ZOO

24.05.18, Alice Alfazema
À frente do balcão tenho uma grade que separa o bar da sala polivalente, essa grade é de metal e cheia de buraquinhos, como se fosse uma renda, de dentro consigo ver o que se passa de fora, mas de fora é mais difícil de ver o que se passa cá dentro. Para que se consiga ver aquilo que existe para lá da grade é necessário encostar a cara ao metal e ficar lá colado a espreitar, muitas vezes com uma mão sobre os olhos. Assim, acontece que quando estou lá dentro a preparar a vitrine (...)

Conversas da escola - A caminho

24.09.17, Alice Alfazema
Miúdo de onze anos com a cara muito branca e redondinha, para o rechonchudo usa óculos coloridos e sempre com um forte sentido de humor, mantêm o sorriso na cara durante a maior parte do dia:   - Vou a caminho da morte! - Isso vamos nós todos os dias! - Não é essa, é a Educação Física.       Alice Alfazema    

Conversas da escola - Miminhos

16.09.17, Alice Alfazema
- Olá, bom dia. - Bom dia. - Eu sou nova aqui na escola, sou professora, que tipo de pratos fazem vocês aqui? - Nenhuns, fazemos apenas umas sandes do dia, que levam atum, ou frango, delícias do mar, ou então panados de frango, com alface e cenoura, temos fruta, iogurtes, e tudo o que está na bancada. - Lá na escola de onde vim, a senhora fazia-nos pratos bem simpáticos...sopa...um bolinho caseiro todos os dias, eram pequenos miminhos, muito agradável. - Pois, mas nós aqui não (...)