Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O que nos embala?

31.07.18, Alice Alfazema
  Ilustração  Raissa Figueroa       As pessoas falam, especializam-se, dão opiniões fundamentadas, têm argumentos, objectos preferidos, crenças, sabem que em determinada idade é suposto fazer isto e aquilo, sabem que devem orientar-se para o futuro. Preocupam-se com a economia, com a violência, com o ambiente e com as outras pessoas.   Temos então um mundo construido na especialização da opinião e da experiência. Cada um com a sua pele tenta destacar-se do outro, cada (...)

O João Pedro

14.08.17, Alice Alfazema
O João Pedro é um rapazinho dos seus quatro anos, de pele muito branquinha, e muito traquinas. O João Pedro foi com os avós à praia, levou o seu baldinho e a pá. A avó do João Pedro também é muito branquinha e tem um fato de banho com flores cor-de-rosa. O avô do João Pedro é um homem que usa um calção vermelho e tem um bronze duvidoso, é bronzeado até um pouco acima dos cotovelos, um pouco na cara e pronto, acabou o bronzeado.    Os avós do João Pedro têm dois (...)

Banalidades

09.09.15, Alice Alfazema
Levantei-me ainda era noite, o cão nem se mexeu. Preparei-me, fiz a marmita, comi as torradas e bebi o leite, mas antes já tinha estendido roupa. Nessa altura a lua acenou-me enquanto uma estrela ainda brilhava, por baixo delas passava um avião, ouvi o barulho dos motores. Na rua um melro piou. Vim comer as torradas para aqui, e já bebi um café, meu amigo inseparável. Agora vou por-me ao fresco, que se faz tarde. O cão continua a dormir.    Bom dia!   Alice Alfazema