Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Vozes de um pedaço do meu dia

14.05.16, Alice Alfazema
Há dez anos que trabalho numa escola, este ano pela primeira vez estou no bufete, faço sandes, e mais sandes. Sinto na pele e nos músculos que a minha formação, aqui na escola, foi aproveitada e canalizada para o estômago. Por vezes isso dá-me azia. Hoje deixo-vos um pedacinho do que oiço no meu dia-a-dia, atrás de um balcão.   Bom dia! Dê-me uma sandes de fiambre! Quero um coisinho daqueles. Obrigada. Um café, por favor. Uma bolinha de manteiga, com muita manteiga. (...)