Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola - De frente e de costas

16.06.18, Alice Alfazema
Tenho uma colega que trabalha a tempo parcial na escola,  o seu horário de trabalho na escola vai do meio da manhã  até por volta das duas, quando chega já vem de uma outra escola, onde faz a recepção dos alunos na versão ATL, fica com eles até que as aulas comecem, ganha mais nesse curto espaço de tempo, do que naquele que está como assistente operacional na escola, pergunto-lhe:   - Então ganhas mais a fazer esse trabalho do que aqui? - Sim, mas é um trabalho diferente!

Conversas da escola - Como se lava uma sanita?

06.09.17, Alice Alfazema
Há onze anos, quando vim trabalhar para a escola, tinha uma ideia idílica sobre a escola, pensava então que poderia fazer a diferença, que estava ali porque fazia parte de uma equipa. Assim um belo dia, caiu-me pela primeira vez a ficha, estava eu sentada na secretária, num bloco de doze salas, quando uma jovem sai de uma sala e me diz: a professora mandou-me perguntar-lhe por que é que está aqui a trabalhar, estou aqui a trabalhar porque fiquei desempregada, ah, ela disse-me que (...)

Março dia 18 - Mulheres que trabalham nas escolas públicas

18.03.17, Alice Alfazema
  Há onze anos que trabalho numa escola pública, como assistente operacional, que antes era chamada de auxiliar de acção educativa. Na entrevista de candidatura perguntaram-me se eu tinha problemas em fazer limpezas, naquele tempo não percebi a insistência na pergunta, alguns meses depois, e durante os anos seguintes senti no corpo a razão daquela pergunta. Cheguei a ter mais de oito salas de aula por limpar, mais a soma da zona de recreio onde abundam árvores, canteiros e lixo (...)