Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Envelhecer juntos

22.03.19, Alice Alfazema
  Ilustração Lisa Aisato   Eu não tinha a noção do que é envelhecer juntos, parecia-me uma coisa em separado, cada um por si, com as suas dores e as suas rugas. Mas não. Envelhecer juntos é como uma árvore pequenina que cresce e cria raízes, que dá sombra e abrigo, em que o tronco se enruga e torna-se largo e disforme. Envelhecer juntos nos ventos e temporais, nas primaveras e verões escaldantes. A pele que já foi firme e lisinha, agora de um outro formato, mas que não (...)

#diariodagratidao 15-02-2019

15.02.19, Alice Alfazema
  Ilustração Anna Silivonchik   Para ti Foi para ti que desfolhei a chuva para ti soltei o perfume da terra toquei no nada e para ti foi tudo   Para ti criei todas as palavras e todas me faltaram no minuto em que talhei o sabor do sempre   Para ti dei voz às minhas mãos abri os gomos do tempo assaltei o mundo e pensei que tudo estava em nós nesse doce engano de tudo sermos donos sem nada termos simplesmente porque era de noite e não dormíamos eu descia em teu peito para me procurar e antes que a escuridão