Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O João Pedro

14.08.17 | Alice Alfazema | ver comentários (5)
O João Pedro é um rapazinho dos seus quatro anos, de pele muito branquinha, e muito traquinas. O João Pedro foi com os avós à praia, levou o seu baldinho e a pá. A avó do João Pedro também é muito branquinha e tem um fato de banho com flores cor-de-rosa. O avô (...)

Namorar

14.02.17 | Alice Alfazema | ver comentários (5)
 Ilustração Leandro Lamas Quem ousará dizer que ele é só alma? Quem não sente no corpo a alma expandir-se até desabrochar em puro grito de orgasmo, num instante de infinito? O corpo noutro corpo entrelaçado, fundido, dissolvido, volta à origem dos seres, que (...)

Esta Serra que eu amo

18.09.16 | Alice Alfazema | comentar
 Porque será que eu ando ainda,que eu ando sempre à procurade aquela Estrelaque já tão bem alcanceique a trago diluída no meu sangue?...  Poema (...)

Olhar

28.08.16 | Alice Alfazema | comentar
 Ilustração Océane Meklemberg  As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar.  Leonardo da Vinci  Alice Alfazema