Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Postal

26.10.19, Alice Alfazema
  Queridos amigos, Tenho tido pouco tempo para responder aos vossos comentários, sei que é uma falha minha, mas agradeço-vos do coração as mensagens que me deixam todos os dias. O blog faz parte da minha vida, assim como vocês, não interessa que não nos conheçamos fisicamente, isso para mim não tem grande valor, o que me preenche são as palavras de carinho que me deixam aqui todos os dias, ou como ontem no espaço da MJP, onde falei sobre Liberdade (...)

Alfazemas

25.05.19, Alice Alfazema
  Ilustração  Steve Johnson i Lou Fancher     Estão a ver aquelas alfazemas no topo do blog? Gosto muito, dá um ar primaveril aqui à casa, pois...mas eu não conseguia dar esse ar, imaginava, mas não conseguia transportar isso para realidade, então num dos comentários de um destes posts aí para baixo, eis que surge a ajuda, sem ninguém pedir, a obra foi feita pelo Pedro Neves (...)

#diariodagratidao 05-01-2019

05.01.19, Alice Alfazema
    Tenho este blogue faz quase nove anos, durante este tempo, que é muito, nunca tive um comentário ofensivo. Tenho moderação nos comentários porque quero decidir o que aqui deve ser apresentado, mas nunca tive de tomar a decisão de anular comentários.  E eis que ao abrir o meu email deparei-me com este presente ilustrado da Mena, uma fotografia da sua autoria e dedicada a mim. A Mena deixa-me sempre comentários positivos e construtivos aqui no blogue. Hoje estou grata por (...)

Conversas da escola - Entre a despedida e o agradecimento fica uma flor

25.06.18, Alice Alfazema
  Um miúdo de dez anos aproxima-se do balcão do bar da escola, traz uma florzinha destas em cada mão. Estamos no último dia de aulas. Grita para mim enquanto põe as mãos no ar:   - Onde é que está a outra pessoa que costuma estar aqui?   Referindo-se à minha colega. Chamo-a. Entretanto dá-me esta flor.   - Tome é para si! -  E dá a outra à minha colega de jornada. -    Entre a despedida e o agradecimento fica uma flor, e é disto que é feito o meu trabalho, de (...)