Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola - ZOO

Maio 24, 2018

Alice Alfazema

À frente do balcão tenho uma grade que separa o bar da sala polivalente, essa grade é de metal e cheia de buraquinhos, como se fosse uma renda, de dentro consigo ver o que se passa de fora, mas de fora é mais difícil de ver o que se passa cá dentro. Para que se consiga ver aquilo que existe para lá da grade é necessário encostar a cara ao metal e ficar lá colado a espreitar, muitas vezes com uma mão sobre os olhos. Assim, acontece que quando estou lá dentro a preparar a vitrine para a abertura tenho muitas vezes clientes a espreitar pela grade:

 

- Eu não quero ninguém a espreitar por aqui! Não estou no zoológico!

 

- Temos fome!

 

 

Alice Alfazema

Conversas da escola - Despacha-te

Maio 19, 2018

Alice Alfazema

Está calor e é tempo de saborearmos um geladinho, mas - por vezes existe um mas - temos um horário rígido para a venda de gelados, só os vendemos a partir das quatorze e trinta. No entanto, a partir das duas da tarde já a malta anda de roda do balcão para ver se cai alguma coisita:

 

 

- Ó Contina a que horas é que se pode comprar gelados? 

- Vá lá! Está quase na hora.

- Mas porque é que tem de ser a essa hora?

- É só hoje. Vá lá...

 

E por aí a diante. Não adianta explicar porque insistem em contornar a coisa. Assim, adoptou-se outro sistema:

 

- Ainda não há gelados porque a arca tem uma tranca que só abre às 14:30h.

está programada para isso?

- Está, por isso não podemos fazer nada.

- E como é que ela destranca? Faz barulho? 

- Sim, é com o Despacito. (nesta parte canto um bocadinho da música)

 

Ironia das ironias, aproxima-se a hora, chega uma miúda ao balcão e pede um gelado, na t-shirt branca que tem vestida trás escrito em letras pretas e grandes: Des - pa - cito.

 

- Estão a ver?! Já está na hora!

Digo eu apontando para a t-shirt da rapariga.

 

 

 

Despacha-te queremos comer gelado!

 

 

Conversas da escola - É quase meio-dia

Maio 15, 2018

Alice Alfazema

É quase meio-dia e uma miúda de quinze anos vem pedir um copo com água para tomar um comprimido, como não é atendida em dois segundos dá meia volta e vai embora...passados dois minutos volta com o namorado e o rapaz pede outra vez a água, que por acaso ainda estava em cima do balcão, dizemos que ela foi embora sem dizer mais nada e pergunto-lhe:

- Ela disse que não a atendíamos?

- Sim. 

- Pois, mas é mentira ela tem que saber esperar.

 não era isso é o mal estar...estou com uma enxaqueca com aura.

 e o que é isso?

- É uma dor de cabeça que quando olhamos para as paredes e para o tecto vemos arco-íris.

é uma enxaqueca colorida, gira. E tu já comeste?

não, eu também vinha comprar umas bolachas...

- Sabes do que é essa aura? É da fome! Da fome!

 

 

 

Alice Alfazema

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

O meu cão é um amor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D