Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Azul

12.09.19, Alice Alfazema
  Ilustração  Budi Satria Kwan   O céu, azul de luz quieta, As ondas brandas a quebrar, Na praia lúcida e completa — Pontos de dedos a brincar.   No piano anónimo da praia Tocam nenhuma melodia De cujo ritmo por fim saia Todo o sentido deste dia.   Que bom, se isto satisfizesse! Que certo, se eu pudesse crer Que esse mar e essas ondas e esse Céu têm vida e têm ser.     Poema Fernando Pessoa  

Dicas e conselhos para um mundo melhor - Acreditar

31.05.18, Alice Alfazema
Ilustração Jody Hewgill     Talvez o tempo, por si só, explique a cada um de nós o que é necessário para a felicidade. Talvez a felicidade seja sempre outra coisa que em cada idade se revela para que nos esforcemos de novo, continuamente. Há um amor guardado para cada fim. No limite, já não podemos adiá-lo. Temos de amar sem olhar a quem até que, olhando, o perfeito desconhecido nos seja familiar. Até que se invente uma família, tão pura e fundamental quanto outra (...)

Os desejos voam

27.03.15, Alice Alfazema
Ilustração Martijn van der Linden   Se pensarmos na quantidade de coisas em que acreditamos, apenas ao longo do dia, podemos verificar que não é difícil acreditarmos em nós próprios.   acreditar nas dobradiças das portas  nos maços de algodão e nas coisas tortas nas folhas de papel quadriculado  num gesto mesmo que articulado nas lâminas de barbear nas sardinhas enlatadas em molho de cheirar nos autoclismos (...)

Maio dia 12

12.05.14, Alice Alfazema
 ♥   Acreditar pela positiva. Sempre. Começar? Agora. Fácil? Existem coisas mais difíceis.   ♥   Alice Alfazema