Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

ūüíčMem√≥ria

25.08.19, Alice Alfazema
¬† ¬† A√≠, de repente, os meus olhos se abriram, e vi como nunca havia visto. Senti que o tempo √© apenas um fio. Nesse fio v√£o sendo enfiadas todas as experi√™ncias de beleza e de amor que passamos. Aquilo que a mem√≥ria amou fica eterno. Um p√īr do sol, uma carta que recebemos de um amigo, os campos de capim-gordura brilhando ao sol nascente, o cheiro do jasmim, um √ļnico olhar de uma pessoa amada, a sopa borbulhante sobre o fog√£o de lenha, as √°rvores de outono, o banho de cachoeira, (...)

Coisas do nosso tempo - Alessandra Korap

24.08.19, Alice Alfazema
  “Mas nesse ano de 2019 a situação piorou mesmo. Porque as pessoas estão invadindo os territórios indígenas, estão invadindo assentamentos. Os indígenas não têm mais sossego. E esse crime que está acontecendo é a partir da fala do Presidente. Quando o Presidente diz que não vai demarcar um território [indígena], ele incentiva as pessoas a invadir as terras indígenas. Ou quando eles cortam a verba que era para o controle do desmatamento. E agora ele quer botar a culpa (...)

#diariodagratidao 05-01-2019

05.01.19, Alice Alfazema
    Tenho este blogue faz quase nove anos, durante este tempo, que é muito, nunca tive um comentário ofensivo. Tenho moderação nos comentários porque quero decidir o que aqui deve ser apresentado, mas nunca tive de tomar a decisão de anular comentários.  E eis que ao abrir o meu email deparei-me com este presente ilustrado da Mena, uma fotografia da sua autoria e dedicada a mim. A Mena deixa-me sempre comentários positivos e construtivos aqui no blogue. Hoje estou grata por (...)

Feliz 2019!

31.12.18, Alice Alfazema
¬† Ilustra√ß√£o¬†¬†Anna Gensler¬† ¬† ¬† ¬† Estamos nos finalmentes, e aguardamos esperan√ßados pelo Ano-Novo: 2019! Queremos sentir na pele aquele formigueiro da novidade. Que ele seja repleto de criatividade, cor e alegria. Muita sa√ļde, amigos e oportunidades de sucesso! Que ele contenha tamb√©m resil√™ncia, sentido cr√≠tico, consci√™ncia ecol√≥gica e intelig√™ncia emocional. Que o vosso cora√ß√£o vibre de milhentas emo√ß√Ķes neste ano novo que se avizinha. ¬† Desejo-vos um excelente 2019! ¬†

Postal ilustrado - 2019

30.12.18, Alice Alfazema
¬† Ilustra√ß√£o Mar Azabal ¬† ¬† √Č esta a completude dos dias Quando se re√ļnem sobre a cidade Os sossegos da nossa idade j√° meiga. S√£o estas as palavras que ficam Desde o interior do nosso mais antigo nome. ¬† √Č o inverno aberto de janeiro Com as √°rvores despidas e o frio azul, √Č o ano que come√ßa no tempo que √© nada, Os bolsos que se enchem de m√£os, As casas que parecem mais juntas. ¬† Por esta altura estar√£o a nascer As horas mais felizes das nossas vidas - bebemos ch√° (...)

Ch√° de fim de ano

29.12.18, Alice Alfazema
    Ilustração Paul McKnight   Tenho cá por casa, em muitos sítios, muitos textos escritos por mim, este que vou deixar aqui hoje já não me lembro de quando o escrevi, também me acontece ficar surpreendida com aquilo que escrevo, não me lembro de ter escrito aquilo, poderia escrever muito mais, mas as ideias fogem-me, esqueço-me delas, são como bolas de sabão, puf, já se foram.   Sentem-se confortavelmente e bebam comigo este chá de fim de ano:   Qual a diferença entre (...)