Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Sou a ponte que me liga

01.09.20, Alice Alfazema

girassol.jpg

 

Ilustração Jeremy Norton

 

Este corpo
que agora me veste
ainda é casca
e casulo
de um outro bicho
que cresce.
 
 
Esta capa que me acompanha
desde os tempos
de criança
desce inútil
aos meus pés.
Sou a ponte
que me liga.
 
 
Sou o gesto
que me une.
Sou o fui
e o serei.
 
 
Este tempo
que me guarda
para um outro
amanhecer
é lembrança
e  é promessa,
recordação e
esperança,
morte e vida
enoveladas
na meada
das mudanças.
 
 
 
 
Poema de Carlos Queiroz Telles, in Sementes de Sol

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.