Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Sentido da crítica

05.02.14, Alice Alfazema

O direito a ser humilhado parece-me um direito tão digno como o direito da vítima a dizer não. É um direito como outro qualquer. Existem bons países onde esse direito é comum e aceite, na Coreia do Norte até têm cãezinhos que dão dentadinhas de humilhação. Qual o problema? Nalguns países muçulmanos as mulheres têm o direito a ver o mundo por um bocado de pano. E daí? Não se preocupam com a depilação e outras coisas que tais. Há sempre o direito que nunca se endireita, como o jurídico, mas isso já é outra estória. Agora estou no meu direito de não vos maçar mais. Adeus. 

 

Alice Alfazema

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.