Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Queridas matrículas

26.06.17 | Alice Alfazema

Todos os anos é a mesma coisa, nós pais que temos gente a frequentar o ensino escolar obrigatório, preenchemos papéis e mais papéis, no acto anual de matrícula ou renovação de matrícula. Papéis com informações repetidas ano após ano. Todos os anos me faço a mesma pergunta, para que serve isto? Resposta sempre actual: porque sim.

 

Ora se um aluno vai frequentar um ciclo escolar obrigatório, seja ele de quatro anos, dois ou três anos, porque tem todos os anos de renovar a matrícula? Dar o nome dos pais. Os pais mudam ano a ano? A naturalidade. Pode-se nascer várias vezes durante a mesma vida? A ficha médica. A do ano passado deixou de ter validade? E passamos a ter outros números de beneficiários?

 

Será que os papéis do ano passado são usados para as fogueiras dos Santos populares? Ou o peso dos processos que andam de escola em escola valem ouro para os CTT?

 

 

 

Alice Alfazema

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.