Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Quando as palavras dos outros são também as nossas

17.05.18 | Alice Alfazema

Ilustração OttoKim

 

 

Os defensores dos direitos humanos dizem que dez minutos de pausa bastam para recuperar do grilhão laboral de horas e horas de trabalho.

Nunca se recupera. 

Aos pensamentos ociosamente agrilhoados naqueles dez minutos, não lhes dou o benefício da escrita.

Quero deixá-los adormecer, enquanto apago o cigarro imaginário neste cinzeiro que nos rouba o fogo.

E volto ao trabalho.

 

 

Miss X

2 comentários

Comentar post