Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Postal de Natal ✈

2020

20.12.20, Alice Alfazema

pai natal.jpg

Cabo da Roca, 20 de Dezembro de 2020

Queridos amigos, espero que estejam bem de saúde eu vou indo graças a Deus. 

Há muitos anos atrás trocavam-se postais e cartas de Natal que eram primorosamente escritos com alguma antecedência, compravam-se depois os selos e eram enviados por correio, a escolha dos envelopes dependia do gosto pessoal de cada um e ainda do meio de transporte pelo qual viriam a ser transportados. Naquelas páginas e cartões, as letras surgiam alinhadas e cuidadosamente desenhadas, e sabia-se que muitas das vezes eram escritas por alguém mais instruído, no entanto nunca perdiam a graça e o amor posto em cada frase. Da terra chegavam as notícias, da Capital, do estrangeiro. Ainda não éramos a Aldeia Global em que nos transformámos. Era um Natal em cada carta aberta. Era Natal em cada troca de palavras, desejos e saudações. Do longe se imaginava o perto.

 

 

Um abraço apertado, desta que vos espera abraçar em breve.

 

 

 

 

7 comentários

Comentar post