Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Passagem

17.12.20, Alice Alfazema

passagem.jpg

Ilustração Andrea Calisi

 

Ao longo do tempo vamos tento de enfrentar várias passagens, umas são tão subtis que nem damos por elas, tal como a passagem dos minutos e dos dias, que tantas vezes nos parecem iguais, apesar disso somos obrigados a fazê-las, pensamos muitas vezes que só fazemos o que bem nos apetece, que seguimos por onde queremos, no entanto a passagem do vazio é assustadora para alguns, como se houvesse uma obrigação de explicação ou de um ritual, entretanto verificamos que a passagem não é mais do que o caminho.

 

❀ 

2 comentários

Comentar post