Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Opostos

21.10.21, Alice Alfazema

rosa1.jpg

 

Colheste as flores
da tua chama
apagaste devagar
os teus sentidos
 

rosa2.jpg

 

sossegaste o corpo
em sua cama
desguarneceste em mim
os teus motivos
 

rosa3.jpg

 

que a vela acesa corte a madrugada
e lhe desdiga a calma e a palavra
Colheste devagar o meu queixume
 

rosa4.jpg

 

Ó meu amor!
Ó meu aceso lume!
 

rosa5.jpg

As rosas, o poema, a inversão das ideias e dos gostos, homem e mulher, com temas opostos  encontram-se  num acaso ao acaso. 

 
Poema é de Maria Teresa Horta as rosas são do aguarelista La Fe

10 comentários

Comentar post