Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O pior da velhice é irmos ficando sem amigos e sem referências?

02.12.17, Alice Alfazema

 

 

Enquanto dorme, um homem sonha que é uma borboleta: voa de flor em flor, busca o pólen, abre e fecha as asas. Ele tem a rapidez, a graça e a fragilidade da borboleta. De repente, acorda e percebe com espanto que é um homem. Mas é um homem que acaba de sonhar que era borboleta? Ou é uma borboleta que sonha que é um homem?

 

 

 

 

 

Alice Alfazema