Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O ódio é uma doença contagiosa?

21.08.18, Alice Alfazema

 

Ilustração Vanessa Ratkus

 

 

 

Contagiamo-nos mais pelo ódio ou pelo amor? Somos levados a um estado de loucura pelo ódio ou pelo bem? A loucura do ódio tem cura? 

 

Estará a mentira ligada ao ódio, quando nos aproximamos de comentários sem reflexão, ou de notícias vindas a público sem fundamentos verídicos. As mentiras são as armas de propaganda que se instalam cada vez mais no nosso dia a dia. Ramificam-se como ervas daninhas em terreno fértil. Depois há quem as colha e as cozinhe em lume brando, servem-nas então em copos de cristal aos tolos. Nesses estômagos nasce o ódio, que é vomitado em cima de outros, contagiando-os sem saberem porquê.

 

Dizem que esses copos de cristal são muito brilhantes e pesados, que é preciso agarra-los com as duas mãos, usando uma força hercúlea para suste-los. Quem os parte ficará para sempre curado. Já viste algum?

 

 

 

Alice Alfazema

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.