Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O menino

04.09.15, Alice Alfazema

Imagem daqui.

 

E o menino estava deitado na areia da praia, quase como se estivesse a brincar com as ondas, parecia adormecido. Vestidinho com cuidado, cabelo curto, tal como nos artigos de publicidade. 

No entanto este menino é um vestígio da guerra, de um jogo do empurra, da incompreensão entre os povos, do desespero, da ganância, da indiferença, da religião, é o resultado da soma da solidariedade na sociedade, é a prova de inteligência neste nosso maravilhoso planeta.  

O destino ficou-se pela beirinha daquela praia. Será então impossível navegar por um mundo melhor? O máximo que conseguimos fazer é acolher refugiados? De que nos serve sermos uma espécie inteligente se criamos e vivemos num mundo estúpido.

 

Alice Alfazema

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Alice Alfazema

    05.09.15

    Realmente parece que andamos a enlouquecer, os bons sentimentos deixaram de fazer sentido.

    Bom fim de semana. :)
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.