Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O mar começa aqui

23.03.19, Alice Alfazema

o_mar_comeca_aqui.jpg

 

Cascais lançou a campanha “O Mar Começa Aqui” com o objetivo de sensibilizar a população para não atirar resíduos de qualquer natureza para as sarjetas, uma vez que o lixo ali colocado acaba no mar.

É o caso das beatas, papéis e águas de diversos tipos de lavagens, contendo detergentes e até resíduos provenientes de obras, como tintas e solventes que acabarão a poluir o mar. O correto será deitar os resíduos nos locais apropriados como esgoto (águas de lavagens) e caixotes de lixo, reciclando sempre que possível os papéis, garrafas, embalagens de plástico, tampas, beatas, etc.

 

“Percebemos que as pessoas não sabem que estas grelhas, que são as sarjetas e os sumidouros, servem apenas para a água das chuvas. Acham que é esgoto, então há a tendência de atirar todo o tipo de lixo”, disse Soraia Carvalho, diretora do Departamento de Ambiente da Câmara Municipal de Cascais, explicando que o maior problema “é que as sarjetas têm ligação direta ao mar, portanto achamos que devíamos informar e de uma forma criativa estamos a pintar frases que alertam", como por exemplo: "O Mar Começa Aqui, Não Despeje, Não Polua". 

 

 

5 comentários

Comentar post