Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O futuro é logo ali

24.01.21, Alice Alfazema

futuro.jpg

Ilustração Vytautas Laisonas

 

Que nunca deixemos de acreditar, porque o esforço vale o futuro, que ele seja melhor, que traga ideiologias inclusivas, programas e temas onde se discutam as ideias e não as imposições.

Como foi verificado, existe prova de que sozinhos valemos pouco, sem grande poder de escolha, mas quando nos juntamos na mesma frente, o mundo se torna outro, há então uma verdadeira concepção de que tudo passa a ser possivel. 

 

Na minha juventude antes de ter saído
da casa de meus pais disposto a viajar
eu conhecia já o rebentar do mar
das páginas dos livros que já tinha lido

Chegava o mês de maio era tudo florido
o rolo das manhãs punha-se a circular
e era só ouvir o sonhador falar
da vida como se ela houvesse acontecido

E tudo se passava numa outra vida
e havia para as coisas sempre uma saída
Quando foi isso? Eu próprio não o sei dizer

Só sei que tinha o poder duma criança
entre as coisas e mim havia vizinhança
e tudo era possível era só querer

 

Poema de Ruy Belo, in Homem de Palavra(s)

 

 

1 comentário

Comentar post