Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O dragão

22.02.15 | Alice Alfazema

Imagem daqui.

 

Não acordes o dragão, mantém-te em silêncio e sossegado, não dês nenhum passo, nunca acordes o bafo daquele que te chateia,  vive na paz do dragão, quando tiveres perto da tua morte verás que nada disto que foi dito sobre o dragão terá valido a pena. Vive.

 

Alice Alfazema