Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O Discurso é o sistema imunitário da Humanidade?

20.01.18, Alice Alfazema

 

 

O futuro da Humanidade é a luta entre seres humanos que controlam as máquinas e as máquinas que controlam seres humanos.

 

 

 

A Internet representou uma espécie de revolução na nossa capacidade de nos educarmos uns aos outros, facto que originou uma verdadeira explosão democrática e abalou o núcleo dos poderes instituídos. Uma das consequências dessa explosão foi o florescimento de super Estados Digitais como a Google, o Facebook e os seus equivalentes chineses, que se integraram na Ordem existente e passaram a exercer controlo absoluto sobre o discurso e a informação. Não se trata de uma simples acção correctiva. A persuasão oculta exercida de modo intensivo por instrumentos controlados pela Inteligência Artificial representa hoje uma séria ameaça à própria existência da Humanidade.

 

 

 

Embora ainda na sua infância, a natureza geométrica desta tendência é evidente. Este fenómeno difere dos métodos tradicionalmente usados para influenciar e manipular a Cultura ou a Política, uma vez que opera a uma escala e a uma velocidade inéditas, fazendo uso crescente de métodos subliminares capazes de ultrapassar qualquer tentativa de resistência humana.

 

 

A guerra nuclear, as alterações climáticas ou as pandemias globais, são ameaças reais sobre as quais devemos reflectir e falar. O Discurso é o sistema imunitário da Humanidade e aquilo que a pode defender das ameaças à sua sobrevivência. As doenças que afectam esse sistema imunitário são, normalmente, fatais. Neste caso, a uma escala planetária.

 

 

Julian Assange

 

 

 

As ilustrações são de Animal Crew

 

 

Texto retirado do blogue Aventar

 

 

 

 

Alice Alfazema