Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

No amor

25.11.15, Alice Alfazema

 

 

 

No amor há uma espécie de equilíbrio que torna o relacionamento inabalável. Quando se trata de amor, as marcas que o tempo deixa na pessoa amada, não alteram o que se sente, porque quando verdadeiro, ele vê para além da aparência e contempla o coração. É por isso não há um tempo limite para se amar. Ama-se à medida que se deseja amar.

 

Helena Sacadura Cabral

 

 

Alice Alfazema

 

1 comentário

Comentar post