Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

NEE - A vida depois de criança

10.08.19, Alice Alfazema

Esta é a sigla - NEE - com que se designam as crianças que frequentam a escola e têm apoios educativos diferentes das outras crianças a quem chamamos de normais. E o quer dizer NEE? Necessidades Educativas Especiais. É esta a forma como a sociedade os classifica. 

 

Por vezes olhamos para eles e parecem-nos perfeitamente capazes de desempenhar uma tarefa simples ou de ter um raciocínio lógico adequado e validado pela nossa sociedade. Mas acontece que o mundo deles é diferente do nosso. O seu pensamento pode ser menos complexo, simples até, sem maldade, com apenas a sabedoria da sobrevivência. 

 

Insistimos, exigindo o mesmo que aos outros, mas ao fim de algum tempo vemos que não resulta, não porque tenhamos falhado, mas porque realmente não existe esse propósito na vida deles. Estranhamos, desenvolvemos teorias, pensamos que é manha, mas não. São assim e ponto. Têm outro mundo que não o nosso, assustam-se facilmente e fogem. Fogem porque não compreendem o que os outros querem. 

 

Repetem-se vezes sem conta, e são poucos aqueles que os entendem. É difícil compreendermos o desconhecido, exige um esforço diário. Se forem crianças temos complacência, mas quando se tornam adultos não os conseguimos classificar. Querermos que se esforcem mais, que se responsabilizem pois já são adultos, têm corpo de adulto e de pessoa normal, porque continuam assim? Repetindo-se descuidadamente? Simplesmente porque a sua mente continua criança despreocupada, porque os adultos não são classificados como são as crianças.

 

Queríamos que tudo isto acabasse ao fim de algum tempo, tal como um braço partido se cura ao longo do tempo, mas não é possível, é muito mais que aparência, vai para além daquilo que conhecemos, pode não ser racional, assumimos verdades que desconhecemos, a isso chama-se - preconceito.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Alice Alfazema

    11.08.19

  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.