Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

“Navegar é preciso, viver não é preciso.”

28.08.20, Alice Alfazema

navegar.jpg

Ilustração Lucia Calfapietra

 

"Quero para mim o espírito dessa frase", porque navegar implica sonhar, planear, arriscar, empreender, em suma quando navegamos estamo-nos a expor à vida. Viver não é preciso, é uma constante imprecisão, para navegar temos de ter um rumo.

 

7 comentários

Comentar post