Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

8 comentários

  • Imagem de perfil

    Alice Alfazema

    18.08.19

    Eu a tirar a fotografia e as pessoas a olharem para mim para verem aquilo que eu estava a fazer, possivelmente a pensarem: esta é maluca.
  • Imagem de perfil

    Miluem

    22.08.19

    Isso acontece-me muitas vezes quando tiro fotos a flores.
    Já contei aqui uma vez algures, uma vez um senhor estacionou e eu andava perto dos carros, e ele voltou atrás e foi mudar o carro de sítio, deve ter pensado que eu era assaltante.
    Por isso maluca ao pé de assaltante ... não está mal ...
  • Imagem de perfil

    Alice Alfazema

    22.08.19

    eu todos os dias passo por uma vivenda que tem um quintal maravilhoso, cheio de pormenores deliciosos, mil vezes tenho tido vontade de fotografar algumas flores e tenho-me contido sempre, às vezes até olho para lá de soslaio para apreciar, pois tenho receio que alguém lá dentro esteja a ver e me interprete mal.
  • Imagem de perfil

    Miluem

    22.08.19

    Eu também tenho cuidado com isso.
    Só fotografo se as flores estiverem no muro a vir para o lado de fora ou em casas desabitadas. Ou claro se conhecer os donos.
  • Imagem de perfil

    Alice Alfazema

    22.08.19

    não queremos cá chumbos em determinado sítio.
  • Imagem de perfil

    Miluem

    22.08.19

    Em lado nenhum
  • Imagem de perfil

    Alice Alfazema

    22.08.19

  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.