Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Na 1ª pessoa do plural

Guerra Colonial Portuguesa - Angola

03.10.20, Alice Alfazema

de ti para mim.jpg

Ilustração  Pete Ryan

 

Os blogues são lugares surpreendentes, que nos dão também a conhecer histórias de vida há muito esquecidas. Dessa leitura e escrita de um para o outro, podemos ir por diversos caminhos, e por vezes até às memórias mais cruéis. Memórias essas bastante duras de relatar para quem as viveu.  Assim, vamos até um dos períodos renegados da nossa História recente. Nesse aglomerado de tempo, onde milhares de jovens se viram em solos desconhecidos, uns que perderam aí a vida, outros que voltaram com muitas mazelas. Podemos então verificar que foi com a noção de camaradagem que deram alento à mente para que continuasse a actuar no sentido da vida. E para sabermos mais, convido-vos a acompanharem os relatos do José Silva Costa, todas as sextas-feiras no seu blogue, o tema é "Mazelas da Guerra". 

Ver mais em:

socieadeperfeita.blogs.sapo.pt 

 

 

7 comentários

Comentar post