Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Março mês da Mulher: Violência doméstica

05.03.14, Alice Alfazema

 

Segundo a pesquisa da Agência para os Direitos Fundamentais da União Europeia (UE), realizada em 2012 e cujos resultados foram divulgados na terça-feira, 93% das portuguesas constatam que a violência contra mulheres em Portugal é "muito comum" (60%) ou "bastante comum" (33%).

 

Esta constatação da violência contra as mulheres está bastante acima da média europeia: 78% das cidadãs da UE reconhecem que os abusos contra mulheres são "muito comuns" (27%) ou "bastante comuns" (51%).

 

Por outro lado, ainda há 30% de portuguesas que desconhecem a existência de leis que protegem as mulheres vítimas de violência doméstica e 34 por cento não sabem que há leis e políticas nacionais de prevenção.

 

Texto retirado do Jornal de Notícias.

 

Alice Alfazema

2 comentários

Comentar post