Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Março dia 23 - Mulheres que tecem a seda do mar

23.03.17, Alice Alfazema

A seda é feita dos casulos construidos por bichos de seda - mas há uma outra, rara, é conhecida como a seda do mar ou o bisso, que vem de um molusco, Chiara Vigo, na ilha de Sant'Antioco, na Sardenha, colhe a saliva desta variedade rara de mexilhão, Pinna nobilis, que é o maior molusco bivalve nativo do mar Mediterrâneo.

 

 

 

A pulseira é feita de um fio antigo, o bisso que é mencionado na pedra Rosetta e dizem ter sido encontrado nos túmulos dos faraós.

 

Alguns acreditam que foi o pano que Deus disse a Moisés para colocar no primeiro altar. Foi o tecido mais fino conhecido no antigo Egipto, Grécia e Roma, uma de suas propriedades ​​é a forma como brilha quando exposto ao sol. É extraordinariamente leve. A matéria-prima vem das águas brilhantes que cercam a ilha. Onde todas as primaveras, Chiara Vigo mergulha para cortar a saliva solidificada deste grande molusco. 

 

 

Esta mulher não vende os seus trabalhos, pois diz: Seria como comercializar o voo de uma águia, o bisso é a alma do mar, é sagrado.

 

 

Ela dá o tecido para as pessoas, com a intenção de as ajudar. Pode ser um casal que decidiu casar, uma mulher que quer uma criança, ou uma que tenha recentemente engravidado. Acredita-se que o bisso traga boa fortuna e fertilidade

 

O pai de Chiara morreu quando ela tinha oito anos e a sua mãe era uma obstetra que trabalhava fora de casa, assim ela foi criada pela avó - e foi a avó que lhe ensinou a arte de trabalhar e bordar com bisso. A avó, por sua vez, aprendeu com sua própria mãe, e assim por diante, de volta através das gerações.

 

 

 

Tecer a seda do mar é o que minha família vem fazendo há séculos, diz Chiara. O fio mais importante, para a minha família, era o fio de sua história, sua tradição. Eles nunca fizeram um centavo a partir dela.

 

 

 

Ver mais aqui.

 

 

 

Alice Alfazema