Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Março dia 16 - Mulheres guardiãs do Estuário do Sado

16.03.17, Alice Alfazema

Raquel Gaspar, 47 anos, formada em Biologia Marinha, é uma das co-fundadoras da associação Ocean Alive e responsável pelo projecto Guardiãs do Mar, que trabalha para a preservação das pradarias marinhas do Estuário do Sado e para melhorar a vida das pescadoras desta região.

 

 

 

 

“Guardiãs” são as pescadoras do Estuário do Sado. Das cerca de 45 mulheres desta comunidade – algumas das quais também mariscadoras – cinco fazem hoje parte de uma equipa que trabalha para salvaguardar o futuro do estuário e das pradarias marinhas que ali existem.

 

As pradarias marinhas, “berçário da vida marinha do estuário do Sado”, são fundamentais para a conservação da população de golfinhos que ali vivem.

 

Mas as pradarias marinhas são também o que sustenta o rendimento das mulheres pescadoras e das suas famílias, “pois as espécies com maior valor comercial desta comunidade dependem desse habitat”. “O choco desova ali, é nas pradarias que o polvo encontra refúgio e milhares de caranguejos para se alimentar, e é também onde os juvenis dos peixes se alimentam e se refugiam dos predadores.”

 

 

 

Para divulgar o valor desse habitat e dar a conhecer a vida das pescadoras e mariscadoras do estuário, uma das apostas deste projecto é capacitar algumas dessas mulheres como guias marinhas – nomeadamente, as que estão desempregadas e que são boas comunicadoras.

 

A experiência começou em 2015, com a formação de uma pescadora, que guiou alunos de escolas e acompanhou turistas, entre visitas ao mercado do peixe em Setúbal, viagens a bordo de barcos tradicionais no Estuário do Sado ou o acompanhamento de acções de mariscagem.

 

 

 

 

Texto de Inês Sequeira e fotografia de João Augusto, retirado daqui.

 

 

Até dia 24 de Março, decorre a votação para a atribuição do Prémio Internacional do Público (no valor de 5000 euros) a uma das finalistas dos 10 países que concorrem ao Prémio Internacional Terre de Femmes, incluindo Raquel Gaspar, em representação de Portugal. Conheça os projectos a votação e eleja o seu favorito.

 

 

Alice Alfazema